Saiba o que verificar antes de comprar um veículo seminovo

Você que está avaliando a possibilidade de trocar de carro e pensando em optar por um seminovo ao invés de um novo, esse texto é pra você. Muitas vezes, a escolha entre um carro zero km e um seminovo acaba sendo decidida pelo preço. Porém, cuidado com o ditado “o barato as vezes sai caro”.

Antes de escolher o seu seminovo é importante fazer a verificação de alguns itens. Listamos todos, confira:

 

1 – Procedência do veículo

Comece verificando a procedência do veículo, certifique-se se ele tem passagem por leilão, se já sofreu algum tipo de sinistro ou tem débitos. Certificar-se disso é importante, pois no futuro você pode vir a arcar com débitos de multas.

 

2  – Atenção ao hodômetro adulterado

Essa prática de adulterar o hodômetro ainda é bastante recorrente. A dica para escapar dessa adulteração é verificar o estado de conservação dos outros itens do veículo. Verifique o estado de conservação do volante, pedais, bancos e câmbio. As condições de conservação desses itens do carro, devem ser coerentes com a quilometragem apresentada no hodômetro.

 

3  – Estética interior do carro

A troca do carro muitas vezes está relaciona ao desejo de ter um veículo que ofereça mais conforto, então observe as condições dos itens do interior do carro como um todo.

Alguns itens fáceis de verificar são:

  • Funcionamento do cinto de segurança.
  • Estado de conservação do teto, tecido dos bancos e carpete.
  • Estética do painel

 

4  – Conservação da pintura

É comum que, com o tempo, a pintura do carro apresente sinais de desgaste ou marcas de uso. Porém o proprietário pode assegurar maior durabilidade, aplicando cera automotiva a cada seis meses, além de fazer a cristalização a cada 12 meses, o que recupera a tonalidade original do carro.

Caso o carro já apresente sinais de desgaste que não podem ser mais reparados, esse é um veículo que você não deve adquirir.

 

5  – Verifique o motor e embreagem

Todos os itens que citamos antes, você pode fazer a verificação sem precisar de um especialista, e assim descartar o veículo facilmente. Já para a verificação de motor e demais itens de mecânica é importante consultar um profissional da sua confiança. Inclusive existem mecânicas que oferecem o serviço de perícia automotiva, onde são checados todos os itens de mecânica e elétrica com a presença do proprietário e possível comprador.

O motor é a parte determinante na hora da compra. Na maioria das vezes são levados em consideração apenas a estética e os itens opcionais do veículo, mas recomendamos abrir o capô e verificar se está tudo certo com o coração do carro.

Fumaça mais densa e com coloração escura, vazamento de óleo nas juntas e ruídos fora do comum lhe darão indícios de que o motor deste carro seminovo não se encontra em boas condições. O conjunto motor e transmissão precisam estar em ordem para garantir o pleno funcionamento do veículo. Se ela estiver muito dura, ou mole demais, provavelmente você terá problemas em um futuro próximo. Então nesse caso, nem vale a pena chegar a pagar por uma perícia automotiva.

 

6  – Adesivos e borracharia

Outra dica importante é verificar a lataria, dar uma olhada nas condições dos adesivos, frisos, borrachas e aqueles indicadores da marca e do modelo do carro. Comparar esses itens dos dois lados do veículo pode lhe informar se houve algum tipo de reparo na lataria. Dessa forma você pode identificar reparos que não tiveram sinistros registrados.

 

7  – Confira o manual

Por fim, confira o manual do veículo. Ele pode demonstrar muito do histórico do carro. Nas últimas páginas dos manuais geralmente ficam indicadas as etiquetas de revisão da concessionária. Verifique se todos os selos estão preenchidos e se as revisões foram feitas na periodicidade correta. Nesse caso, adquira o veículo apenas se estiver tudo em ordem.

Agora que você já sabe tudo que precisa verificar antes de comprar um veículo usado, pode trocar o seu carro sem medo e depois de fazer a troca contrate a proteção veicular AASC Sul.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *